segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

merry christmas 2


video

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

merry christmas



sábado, 24 de novembro de 2012

quarto 37

excertos para a instalação QUARTO 37

Um facto maravilhoso para se reflectir, é o de toda a criatura constituir um segredo e um mistério para todos os outros. Há um aspecto solene quando se entra numa grande cidade durante a noite: cada um desses aglomerados de casas escuras abriga o seu próprio segredo, e em cada quarto de cada uma dessas casas existe o seu próprio segredo; e em cada um dos batimentos dos milhares de peitos da cidade existe, por vezes apenas na imaginação, um segredo. - Charles Dickens

Ajustei a minha posição de forma a poder espreitar directamente no interior do cacifo. Mas qual não foi a minha surpresa ao ver um quarto iluminado com muitas luzes, mobiliado com um gosto excelente e contendo inúmeras preciosidades. Era como se estivesse a olhar para o salão de um palácio real, espreitando por uma fresta na abóbora. - Johann Wolfgang von Goethe

O histérico é ao mesmo tempo aquele que impõem a sua presença, mas também aquele para quem todas as coisas e todos os seres estão presentes, demasiado presentes; e que confere a todos as coisas e comunica a todos os seres este excesso de presença. - Gilles Deleuze

Via-lhe nas mãos um comprido dardo de ouro. Na ponta de ferro julgava haver uma chama de fogo. Ele parecia meter o dardo pelo meu coração, furando, de modo que chegava às estranhas. Ao tirá-lo tinha eu a impressão de que as levava consigo, deixando-me completamente abrasada de amor por Deus. - Teresa de Ávila



domingo, 1 de julho de 2012

cubo acrílico



quinta-feira, 24 de maio de 2012

labritinto de papel


video


experiência/maquete em papel para um labirinto giratório. escala 1/30

segunda-feira, 14 de maio de 2012

almoço: ainda em construção



ainda a trabalhar na mesa do almoço descontraído. a jarra de prata é uma aquisição recente, comprada  numa prataria em Veneza; o suporte metálico para secar a loiça foi comprado em Paris, mas é um objecto fácil de encontrar no Ebay; o chão é de cartolina.

sábado, 12 de maio de 2012

thorne rooms




o Art Institute of Chicago expõe orgulhosamente os sessenta e oito quartos projectados pela coleccionadora James Ward Thorne na década de trinta - uma viagem pelos ambientes americanos, europeus e asiáticos do século dezasseis às primeiras décadas do século vinte.

para mim têm sido inesgotáveis fontes de inspiração, sobretudo os quartos americanos: pela escolha dos móveis, das cores das paredes, pela arquitectura orgânica e sobretudo pelo exemplo no cuidado da iluminação para a criação de ambiente.
deixo os meus favoritos - Cape Code living room; New Hampshire entrance hall; Pennsylvania kitchen; Virginia kitchen - mas convido à descoberta dos outros, o site do instituto.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

plástico versus porcelana



comprei duas chávenas de plástico a imitar chávenas de porcelana. confesso que sempre me opus à compra de objectos em plástico, mas depois das cadeiras Jean Prouvé, fiquei curioso. 
ao comparar as duas chávenas é notória a superioridade na proporção, no detalhe, no realismo da primeira. é verdade que não deixa de ser plástico, mas admito que prefiro usar um objecto de plástico que consegue imitar melhor o real do que um objecto tosco.

entretanto tornei-me adepto dos objectos de plástico, e as compras vão somando: o serviço de jantar para dois em cor jade; uma garrafa de vinagrete balsâmico; uma embalagem de leite/lixívia e uma embalagem de bolos, tipo pastelaria de supermercado - marca Chrysbon.


sexta-feira, 4 de maio de 2012

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

novas ideias




quarta-feira, 27 de julho de 2011

cadeira Eames




esta é uma das muitas varições da cadeira de repouso - lounge chair - que o casal Charles e Ray Eames foi criando ao longo da sua carreira. algumas das variações ficaram eternizadas como icons na história do design. esta é uma das minhas favoritas.

a minha réplica, como não poderia deixar de ser, é da marca chinesa Reina.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

lavatório de alumínio



outro almoço, ainda mais informal, num modulo ilha de cozinha, com um lavatório de aluminio acabado de comprar.

o lavatório ainda não está fixo, é a primeira experiência. falta colocar-lhe a torneira. foi comprado no eBay à marca HouseWorks.

domingo, 19 de junho de 2011

trabalho acumulado




sexta-feira, 17 de junho de 2011

almoço informal



conservas, fruta e queijo - panelas e garrafas na mesa, sem lugares marcados, flores vadias num jarro.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

cama e mesa



o cesto de plástico, as cadeiras, a mesa e a tarte são novas aquisições. a roupa de cama foi feita pela Daniela Vasco, e, tal como o conjunto anterior, tem colchão, lençol fitado, edredão, capa de edredão, almofada e fronha. o lençol fitado e a fronha são algodão acetinado e a capa é cambraia.

a roupa de cama e o colchão podem ser feitos por encomenda e personalizados, contactar a artesã no blog da Oficina das Miniaturas

terça-feira, 10 de maio de 2011

o trabalho dos últimos dois anos



depois de dois anos de pesquisa, concluí a minha disseertação. deixo as imagens da componente prática da dissertação.

dois orifícios do tamanho de um buraco de fechadura, abertos numa parede branca. cada oríficio guarda um quarto, para o qual só se pode espreitar.

sábado, 7 de maio de 2011

Oficina das Miniaturas


a Oficina das Miniaturas é um projecto conjunto de vários miniaturistas, que visa cruzar conhecimentos e ideias, com o objectivo de produzir miniaturas de qualidade superior.
é com este projecto que tenho estado na primeria feira internacional de miniaturas em portugal: sendo uma excelente oportunidade para mostrar as miniaturas que a oficina tem realizado.


quinta-feira, 5 de maio de 2011

roupa de cama



jogo de cama em algodão - lençol de baixo fitado, edredão almofadado e capa de edredão. todo o conjunto de cama assim como o colchão foram criados e custurados por Daniela Vasco.

terça-feira, 3 de maio de 2011

cadeira Jean Prouvé




criada por Jean Prouvé em 1934, a standart chair destinava-se a melhorar a distribuição do peso do corpo. foi uma encomenda da universidade de Nancy, em França, e hoje é um icon do design modernista.

a minha réplica veio de Hong-Kong e é fabricada pela marca REINA. é de plástico, mas engana muito bem o olho.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

cottage II



quarta-feira, 13 de abril de 2011

em trabalhos



(foto de Miguel Robin)

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

gabinete do colecionador



descobri na area store esta vitrine em acrílico e madeira (disponível também com a base branca). é uma peça relativamente cara, mas para quem procura um resultado profissional, e não tem experiência em trabalhos com acrílico, creio que será uma boa opção.

com a quantidade de objectos que tenho vindo a adquirir nos últimos anos, começa a surgir a preocupação com a conservação, principalmente nos objectos com partes em tecido. o isolamento através de redomas ou caixas parece-me uma boa estratégia: permite a exposição das miniaturas e protege-as do pó, correntes de ar, e, não querendo parecer picuinhas, de animais e crianças.

neste ambiente, o gabinete do colecionador, incluí algumas das minhas miniaturas favoritas, e algumas novas aquisições: o expositor, que durante muito tempo não teve destino; a mesa octogonal com pé de galo, comprada na kristin baybars; duas mesas de apoio, que me foram oferecidas por um amigo, o cenógrafo costa reis; os pequenos copos de licor com fio de oiro, da reutter; e as últimas aquisições, vintage, do hospital de bonecas: duas bergères sem braços, extremamente atípicas e um pequeno banco.

(mais uma vez, peço desculpa pela qualidade da fotografia. continuo sem equipamento digital apropriado, mas preferi publicar, já que a ausência de actividade no blog começava a doer-me na consciência.)

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

théatre a l'italienne





Théatre à l'italienne - Les Célestins de Lyon "L'Instant Durable"
oferecido pelo meu irmão, foi comprado na Benjamin Pollock's Toyshop, no Covent Garden em Londres.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

casa de bonecas de Petronella Oortman



estive recentemente em Amesterdão onde me apaixonei pela casa de bonecas de Petronella Oortman.
para além dos interiores impressionantes: os tectos decorados, as diferentes texturas para cada divisão (os azulejos da cozinha, o quarto das tapeçarias, os painéis da sala de estar, os frescos do salão nobre); da riqueza de objectos: os ferros de engomar, as roupas de linho, o trabalho de bordados nos estofos das cadeiras, as porcelanas (são replicas oficias da companhia neerlandesa das Índias orientais); aquilo que, acima de tudo o resto, me impressionou foi a disposição pouco ortodoxa da casa e das suas divisões. existem os seis quartos que estão abertos ao observador, e os três espaços comuns entre eles, mas existem também uma série de quartos escondidos: uma biblioteca com oitenta e quatro livros em miniatura abre-se pela porta cortada no quarto da tapeçaria; uma dispensa armazém encolhida atrás da parede da cozinha; o próprio hall da casa, emoldurado no primeiro piso, pelos dois arcos do corredor. estes espaços quase invisíveis estão acessíveis apenas pelo lado posterior da casa, no qual se abrem gavetas e portinholas, para a manutenção dos espaços.

a casa faz parte da exposição permanente do Rijksmuseum, e neste momento está na ala Phillips, já que o museu se encontra em remodelação total. existem mais imagens e informação da casa no site do museu

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

armário barroco



este armário foi feito em parceria com uma amiga, Daniela Vasco. comprámos a peça em cru, fizemos o forro interior, arranjámos e enquadrámos a pintura exterior e envernizámos.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

casa rústica | sótão




cá estão algumas imagens do sótão da casa rústica. a divisão da esquerda é a mas alterada desde as últimas fotos: o quarto tomou forma e decidi abrir uma janela. ainda não é uma decisão definitiva, mas estou praticamente convencido. o quarto central está acabado, as paredes foram forradas e a decoração será mais ou menos essa; continuo a espera de um conjunto e cadeiras para aquela mesa, ainda não encontrei nada que me seduzisse. o quarto de banho, no extremo direito, é uma espaço muito apertado e fundo, logo é difícil perceber nas imagens, mas incluí o aparador que mostrei em post anterior, e uma celha de zinco. o biombo de metal trabalhado é uma escolha recente e provisória.
falta concluir a construção do telhado, forrar o interior e colocar as telhas no exterior. por enquanto vai ficar assim, por falta de tempo.

nunca considero os espaços completamente acabados, acabo por mudar os móveis ou a sua disposição com os humores da estação. este sótão pede muito que o mude constantemente.

terça-feira, 21 de abril de 2009

casa rústica | cozinha II



mais imagens, desta vez um pouco ao detalhe, da cozinha: o pequeno compartimento ao lado da porta, que serve de dispensa; a mesa de centro, com as especiarias, os enchidos e os queijos; o forno e fogão ao fundo, ladeado de azulejos; o aparador com as compotas, as ervas aromáticas e algumas conservas; e o lavatório, com o pequeno aparador das loiças e panelas.

tinha uma ideia muito especifica de como deveria ser este piso, dos móveis que precisava para recriar o ambiente e da textura que o espaço deveria ter. encontrar algumas das peças foi por vezes complicado, e pensei em várias soluções alternativas. acabei por conseguir organizar o espaço, encontrei as peças que queria e o resultado final corresponde às minhas expectativas.

(brevemente o piso superior, que já voltou a ser alterado, e que parece uma tarefa interminável.)

segunda-feira, 20 de abril de 2009

casa rústica | cozinha I



aqui está uma imagem geral da cozinha finalizada: estrutura, acabamentos e decoração. 

segunda-feira, 16 de março de 2009

aparador para quarto de banho



este é o primeiro móvel que me arrisquei a fazer de raiz. comprei quatro peças para o corrimão de escada, serrei-os à altura, fiz a estrutura em balsa, colei e pintei tudo com velatura de nogueira. este é o resultado. vai ser usada para o quarto de banho: para colocar a bacia, o ferro e arrumar os sais e essências.
(peço desculpa pela qualidade da fotografia, a máquina não é grande coisa, e a lente não é macro, logo desfoca ao perto.)

sexta-feira, 6 de março de 2009

casa rústica | alpendre



algumas imagens do alpendre adaptado do projecto casa rústica. ao abrir uma porta dupla do alpendre para a cozinha, no local onde era suposto estar uma janela, os dois espaços ganharam um dinamismo e uma organização completamente diferente. outra das vantagens desta transformação foi a possibilidade de poder jogar com a luz, criando uma atmosfera mais verosímil. 
em cima é possível ver o espaço sem mobiliário e o espaço com um conjunto de mesa e cadeiras de exterior, em ferro forjado. ainda é uma experiência de ambiente, possivelmente todo o alpendre será decorado com vasos e florins suspensos.

sábado, 10 de janeiro de 2009

casa rústica | work in progress



estas são algumas imagens de parte do sótão. é a parte inacabada do projecto. falta completar de forrar a parede traseira e colocar o telhado e as vigas de apoio.
o sótão divide-se em três sub-divisões: um quartinho esconso à esquerda, uma sala comum ao centro e um quarto de banho à direita. (o quarto de banho terá direito a um posto mais tarde).
o quarto esta muito incompleto, como o tecto será bastante inclinado, quero montá-lo antes de decidir que móveis vou incluir. se houver espaço queria colocar um guarda-fato de porta dupla.
a sala comum tem ao centro uma pequena mesa de pé de galo octogonal que comprei este verão em Londres. queria rodeá-la de três cadeiras de madeira em espaldar aberto. para já ficam os dois cadeirões de orelhas.
ainda não me decidi pelo tipo de revestimento a dar ao tecto do sótão, possivelmente irá ser forrado como as paredes, com tábuas de madeira vermelha. queria também completar o suporte com algumas vigas mais decoradas, delicadas e discretas.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

casa rústica | apresentação


esta é a primeira entrada sobre um enorme projecto que me tem ocupado as últimas semanas. foi-me oferecido à uns meses o kit completo (desmontado) de uma colecção da Planeta Agostini, a Casa Rústica. 
Colecciono móveis e objectos em miniatura mas nunca montei uma casa (em parte porque nunca me consegui decidir sobre o tipo de projecto, dimensões, acabamentos e materiais). ao receber este kit senti-me obrigado a começar a aventura de montar uma casa de bonecas. 

a minha família é da beira alta e a imagem que tenho presente de uma casa rústica é a casa dos meus avós. este projecto segue essa recordação, tentando reproduzir os interiores e ambientes que habitei em pequeno.

o que apresento em baixo são algumas imagens gerais da casa no estado em que está actualmente. ainda incompleta. desviei-me muito do projecto que o kit propunha (abri uma porta sobre o alpendre, abdiquei da lareira central, destruí a mezzanine e criei outra divisão nas águas furtadas); mudei e esqueci quase por completo os materiais que ofereciam para os acabamentos: optei por fazer um chão em soalho, pelas paredes do rés-do-chão em estuque pintado e por revestir o sótão com pequenas tábuas de madeira pintadas. o trabalho é moroso. tenciono postar fotografias mais explicitas sobre cada opção. (contínuo a ter o problema de fotografar tudo isto com uma simples cybershot). 


segunda-feira, 17 de novembro de 2008

peixe



esta miniatura foi criada sem qualquer tipo de inspiração real. é um prato de peixe (salmão?) com ervilhas e flores exóticas. deixei-me levar pelas texturas, formas e cores.

sábado, 15 de novembro de 2008

baked ham with grapes



baked ham with grapes.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

agradecimentos

deixo aqui um profundo agradecimento aos dois miniaturistas que me nomearam para o Prémio Meme. ao ritchie e à c. fernandes um sincero obrigado.
não vou nomear nenhum blog, pois iria repetir menções. mas distingo pela influência, inspiração e pelo excelente trabalho que vão realizando, não só os dois bloguistas que me mencionaram, mas também a bibi, do blog casa de bonecas e a Joana do blog petit framboise.

londres

fiz recentemente uma viagem a Londres, e como qualquer outro miniaturista, vivia a esperança de encontrar um meio mais próspero e mais rico em miniaturas que aquele que existe em Lisboa.
desenganem-se. para começar: a maior colecção de casas de bonecas e miniaturas do mundo faz agora parte do Victoria & Albert - Museum of Childwood, que não é mais que um enorme armazém de expositores envidraçados com todo o tipo de brinquedos dispostos aleatoriamente sem qualquer tipo de informação expositiva. tem algumas casas e algumas peças de mobiliário que fascinam qualquer miniaturista, mas a visita acaba pouco positiva. falta de organização, não há sequência cronológica ou modelar, tropeçamos em crianças espalhadas pelo chão do museu, nos seus brinquedos, nos seus carrinhos e nas suas cadeiras. fiquei com a sensação que o museu é para a criança e não sobre a criança.
em segundo lugar: não se encontram lojas de casas de bonecas ou miniaturas no centro de Londres. as que existiam fecharam. a London Dolls House Shop, o London Toy and Model Museum, o Palace Dolls House, todos eles encerrados, na sua maioria por declarada falência. apenas sobrevive a Benjamin Pollock's Toyshop, que é especializada em teatros de papel e que vende algumas (poucas) peças em miniatura.

posto este cenário confesso que me senti profundamente frustrado e desiludido. cheguei mesmo a queixar-me a alguns lojistas de outras lojas de brinquedos. e parece que é pela lamúria que as coisas se resolvem. falaram-me de uma loja fora do centro da cidade, lá para os lados de Kentish Town. sem mapa, sem nenhuma informação para além do nome da rua e um número de porta, apanhei o metro na esperança de encontrar miniaturas em Londres.



o número sete de Mansfield Road é um universo à parte. duas salas completamente cobertas por miniaturas. qualquer um se perde. a loja não é aconselhável a crianças (a proprietária não permite a entrada de menores) ou a clientes desajeitados. os preços variam: encontrei peças boas com um preço bastante acessível e encontrei peças de artesão a alto preço. assim que percebe que o cliente é apaixonado por miniaturas, Kristin Baybars é uma anfitriã calorosa e enternecedora, conta ao pormenor a história das peças que tem pela loja, conhece e trabalha com alguns dos artesãos mais conhecidos do reino unido, e faz-nos sentir parte do seu pequeno mundo em miniatura. 
aconselho vivamente qualquer miniaturista a fazer a viagem de metro até kentish e perder uma tarde com esta loja. definitivamente imperdível.

sábado, 25 de outubro de 2008

hide and seek | quarto número dois



mais algumas imagens do complexo segundo quarto do projecto Hide & Seek. tenho alguma relutância em mostrar o quarto em excesso, já que faz parte de um projecto de instalação que assenta exactamente sobre a dificuldade de ver o espaço.

sábado, 27 de setembro de 2008

pudim



pudim com bagas selvagens

sábado, 20 de setembro de 2008

queer ice cream



gelado de nata sobre uma taça de gomas, caramelos, fruta caramelizada. tudo cor de rosa. tudo no espirito queer

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

lombo de porco à jardineira



uma das primeiras miniaturas que comprei foi esta travessa de pernas em metal, do catálogo da Eurominis. durante muito tempo não consegui decidir-me a enchê-la de comida em miniatura. recentemente decidi usá-la para servir um prato que popula a minha infância desde que me lembro. curiosamente nunca gostei. mas em texturas, cores e volumes, é extremamente convidativo para recriar: as fatias do lombo de porco, as ervilhas, os cubos de cenoura e as folhas de louro.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

pimentos



este é a primeiro de uma série de posts dedicada às criações culinárias. em cima está um prato de pimentos grelhados, temperado com ervas aromáticas e azeite. os pimentos foram feitos em fimo, depois polvilhados com oregãos  e colorau. 

sábado, 6 de setembro de 2008

hide and seek | quarto número um



como prometido, aqui estão mais imagens de um dos quartos do tríptico hide and seek. este não é um quarto muito complicado: é um espaço similar a um oratório, ou pequena capela ou cripta. a imagem da virgem, as flores, os baldes, a coluna e as paredes foram pintados de branco, com um spray, para homogeneizar o ambiente, tornando-o claustrofobico, virginal, de uma brancura imaculada e assustadora.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

femme details



estas são algumas das peças que um amigo me trouxe de Londres. uma bolsa de senhora, um frasco de perfume e uma caixa de maquilhagem. foram comprados no armazém de brinquedos Hamleys, e fazem parte do catálogo da Doll House Emporium.

www.dollshouse.com
www.hamleys.com

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

hide and seek


este é um projecto de instalação no qual ainda estou a trabalhar. recorri ao uso das miniaturas e decidi que deveria postar alguns dos resultados aqui. são três quartos. estão relacionados entre si através de uma multiplicidade de metáforas e significados. 
são um tríptico, dispõem-se na ordem que apresento nas fotografias em cima. tenciono postar mais imagens, com os vários detalhes de cada quarto, mas existe uma complicação técnica: a dificuldade de fotografar miniaturas sem uma macro objectiva.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

lanche silvestre

esta é um ambiente que criei inspirado nas histórias da Beatrix Potter. todos os doces foram desenhados e criados por mim, em polymer clay fimo, as peças de metal foram envelhecidas e o jornal foi cuidadosamente criado para representar um jornal de época. há três peças para as quais chamo a atenção: o brownie de framboesa (com a ajuda da Daniela Vasco), o cheesecake de frutos vermelhos e o bolo de mármore com bagas de chocolate no topo.
para completar o ambiente fora escolhidos uma série de peças de chá, provenientes de diferentes origens: o enorme e desproporcional bule doirado, o açucareiro e a leiteira em prata de uma colecção com motivos orientais, os talheres em prata, o serviço em porcelana branca, os copos de cristal e o candelabro de cinco braços em prata.


sexta-feira, 28 de março de 2008

expositor

esta semana descobri este expositor no Hospital das Bonecas em Lisboa. fiquei completamente hipnotizado pelos pormenores! ainda não sei que destino lhe dar. apetecia-me enche-lo de doces (biscoitos, chocolates, caramelos, rebuçados).
não sei a marca ou a que colecção pertence. se alguém souber, peço que me informe. 



segunda-feira, 24 de março de 2008

junto à lareira

esta é uma proposta para um ambiente acolhedor. foi dedicada especial atenção aos pormenores: o candeeiro Tiffany electrificado, os livros empilhados e empoeirados, a mala de viagem em pele, a caixa cilíndrica decorada com selos e postais, a lareira em ferro com grade trabalhada a oiro, as pautas de música escondidas entre os livros.
a ideia foi criar um ambiente desorganizado e muito peculiar, que mais do que apenas um espaço, é uma caracterização da personagem que o habita.

sexta-feira, 21 de março de 2008

chipendale wing chair

estive recentemente em Barcelona, e aproveitei para comprar umas quantas peças. deixo aqui aquela que verdadeiramente me apaixonou: uma Chippendale Wing Chair em tecido vermelho. foi comprada numa pequena loja de miniaturas que recomendo vivamente: MiniDrap, no centro da cidade velha de Barcelona.

cadeira de abas Chippendale, em tecido vermelho padronizado
livros
chávena em porcelana
colher de prata

http://ample24.com/drap/


quinta-feira, 13 de março de 2008

quarto de banho

esta é uma experiência de ambiente. ainda não construí nenhuma casa, logo não tenho paredes nem espaços específicos para colocar os objectos, mas gosto de os organizar e combinar, numa espécie de espaço imaginário, sem paredes, como se estivessem numa montra.

celha de zinco 
biombo metálico em tríptico, trabalhado com motivos florais, pintado de oiro velho
suporte doirado para bacia e jarro de água
espelho oval, doirado e de pés


domingo, 9 de março de 2008

balança

uma das minhas peças favoritas de entre todas as que já adquiri é esta balança. é da Reutter Porcelain e vem acompanhada com alguns acessórios:  dois pratos em porcelana pintada e três pacotes de cartão com legumes em polymer clay. optei por apresentá-la sozinha. 

www.reutterporcelain.com


domingo, 2 de março de 2008

caixa de bombons

esta foi das minhas primeiras experiências no miniaturismo. é uma caixa de doces, em jeito de mostruário, com o tampo decorado e pernas cabriolet simples. 

caixa em cru, modelo EM6153 no catálogo da Eurominis
mesa de apoio simples, com velatura em cerejeira
alfinete para manter o tampo da caixa aberto
vários doces de formas e cores diferentes, feitos com polymer clay da marca Fimo

sábado, 23 de fevereiro de 2008

em miniatura

em miniatura. sempre em minúsculas. sempre à escala.

nos últimos anos tenho coleccionado e inventado peças em miniatura, e há constantemente um entrave no meu caminho: a dificuldade em encontrar informação, lojas, conselhos, outros coleccionadores, aficcionados ou amadores com quem discutir ideias e experiências. o meu hobbie tornou-se um acto isolado, solitário, desenquadrado.
este blog surge como o espaço de relato (relatório ou diário se quiserem) das minhas aquisições, conclusões e criações.
correndo o risco de nunca receber uma única visita, correndo o risco de existir no vazio, este blogue é a minha minúscula mensagem dentro da garrafa, mensagem que atiro ao mar, na esperança de socorro :)

(toda a minha colecção é na escala 1/12)